Advertise on PresentWatch.com

História da Rolex

A história da marca de relógios Rolex

 
Rating: 77 %1000 with 164 votes
Published by 1426 on Março 7 2013, 18:50.
Você gosta disto? Sim, muito 1 Não muito 0
  • Summary

HISTÓRIA DA ROLEX

INFORMAÇÃO COMPLETA DO PERCURSO DE SUCESSO DA MANUFACTURA ROLEX

Photos Credits: Rolex

História da Rolex

FUNDAÇÃO - 1905

O início da Rolex começa com o nascimento de Hans Wilhelm Eberhard Wilsdorf que nasceu em Kulmbach, na Alemanha em 22 de março de 1881. O seu pai era dono de loja de ferragens, e quis o destino que Wilsdorf continuasse o negócio da família, pois, ambos os seus pais morreram com poucos meses de diferença um do outro, e isto quando Wilsdorf tinha apenas 12 anos. A mãe de Wilsdorf era descendente da dinastia das cervejas Maisel, e por isso existiam muitas expectativas de que Wilsdorf continuaria à frente de um dos negócios da família. Wilsdorf e os seus irmãos foram deixados sob os cuidados dos seus tios, que ficaram à frente do negócio da família até que os herdeiros atingissem a maioridade.

Hans Wilhelm Eberhard Wilsdorf

História da Rolex

Desde o falecimento dos seus pais, até aos 18 anos de idade, Wilsdorf ficou num colégio em Coburg, excelência em matemática e linguas, particularmente o Inglês. Aos 18 anos, logo após a escola, Wilsdorf desenvolveu um fascínio por Genebra, através de um amigo de escola. Wilsdorf trabalhava numa empresa de distribuição de pérolas e foi aprendendo muito do comércio mundial e da indústria de jóias. Depois de uma temporada na indústria de pérolas, Wilsdorf saiu e juntou-se a uma empresa exportadora de relógios Cuno Korten.

Clique em cima das fotos para as aumentar

História da Rolex

Não tendo experiência em relógios, Wilsdorf trabalhou como correspondente e tradutor, sendo convidado a escrever cartas em Inglês. Foi na Cuno Korten que Wilsdorf descobriu que queria seguir a indústria da relojoaria. A Cuno Korten comprava a maioria dos seus componentes a fabricantes na França, Alemanha e Suíça. Nessa altura Wilsdorf pediu a três relojoeiros para fabricarem três relógios de bolso que foram logo certificados como "cronômetro" no Observatório de Neuchâtel. Aqueles relógios venderam-se rapidamente e dando um enorme lucro, o que impressionou bastante os chefes de Wilsdorf.

História da Rolex

Depois de uma curta passagem pelo exército, com 22 anos, Wilsdorf decidiu mudar-se para Londres em 1903 para trabalhar na indústria de relógios Inglesa numa empresa de relógios desconhecida, enquanto planeava iniciar a sua empresa e os seus próprios relógios.

História da Rolex

Na sua viagem a Londres, lamentavelmente ele foi assaltado, os ladrões tinham-lhe roubado a herança no valor total de 33.000 marcos de ouro alemães. Aos 24 anos, Wilsdorf conheceu Alfred James Davis e em parceria com ele construiu a sua própria empresa de relógios de decisões. Davis tinha o dinheiro necessário para investir e Wilsdorf tinha o conhecimento em relojoaria com a sua experiências na Cuno Korten. A parceria foi reforçada por Davis que se casou com a irmã mais nova de Wilsdorf. Wilsdorf também adquiriu cidadania britânica após uma batalha com a cidade de Genebra sobre a apreensão de um lote de terras no Lac Leman.

História da Rolex

Wilsdorf pediu dinheiro emprestado aos seus irmãos e utilizou-o como investimento na empresa, e assim cada uma ficou com 50% da empresa. Como parceiros iguais, eles complementaram habilidades e experiências. Wilsdorf sabia bastante de relógios e Davis sabia sobre financiamento e comércio internacional. O início de Wilsdorf & Davis Ltd, começou com a utilização de Ebauches de Jean Aegler baseados em Bienne. Wilsdorf soube de Aegler quando trabalhava na Cuno Korten.

História da Rolex

Wilsdorf e Davis só produziam dois relógios: Um relógio de bolso e um relógio de bolsa, destinado às mulheres. Além desses relógios, Wilsdorf soube da utilidade dos relógios de pulso na Guerra de Boer e decidiu especializar-se no que era então um mercado inexistente. Na altura, os relógios de pulso eram pequenos em tamanho e em número, e não eram conhecidos por serem muito precisos, e eram usados principalmente por mulheres. Era comum, na altura, os homens dizerem: "preferia usar uma saia do que usar um relógio de pulso". Para além disso, na indústria pensavam que um relógio de pulso não poderia suportar os rigores da actividade humana. Isso mudou tudo com a Guerra de Boer, como o calor impedia os soldados de usar casacos, os soldados amarravam pequenas cintas nos relógios de bolso para os colocarem no pulso.

História da Rolex

Os relógios de pulso pareciam ser mais do que uma moda passageira e a partir dai tornaram-se muito populares. Em 1912, Wilsdorf voltou a Bienne e negociou com Aegler um fornecimento constante de movimentos de relógios e foi o maior contrato já assinado por empresas de relógios na época. Ao mesmo tempo, os estilos das marcas e os logo-tipos foram uma tendência da indústria. O nome de Wilsdorf & Davis tinha que ser alterado, Wilsdorf & Davis pensaram num nome que não significa nada em particular, era fácil de pronunciar em vários idiomas, e era difícil de cometer erros de ortografia, e assim se estabelece o nome da Rolex. Assim como algumas marcas, o nome Rolex não tem nada de conexão com a relojoaria.

História da Rolex

Para acabar com o mito de que os relógios de pulso não são precisos, a Rolex enviou o seu primeiro movimento para a Escola de Relojoaria em Bienne, em 1910, um dos primeiros institutos de cronometragem. A Rolex foi premiada com o primeiro relógio de pulso do mundo, com a classificação de "cronômetro". Com a classificação de "cronômetro", a Rolex superou o primeiro desafio em relógios de pulso ao manter o tempo com o máximo de exactidão. Os outros dois desafios eram manter os relógios de pulso resistentes à água, e de serem de corda automática.

História da Rolex

Com a prova da precisão dos seus movimentos de relógios de pulso bem construídos, a Rolex foi premiada com a "Classe A do Certificado de Precisão", do Observatório de Kew, na Inglaterra, o primeiro certificado concedido a um relógio de pulso. O teste demora 45 dias em cinco posições e três temperaturas diferentes. Antes da Rolex, esses certificados foram concedidos apenas para cronometros marítimos. Percebendo o valor dos certificados, Wilsdorf insistiu que todos os relógios Rolex seriam submetidos a testes semelhantes, e que cada relógio Rolex não devia ser vendido sem o seu "Certificado de cronometragem oficial." Para Aegler, a Rolex não aceitaria qualquer movimento a menos que eles fizessem em cada um deles um teste de sete dias. Aceitar nada menos do que um certificado de cronometragem, e assim a Rolex estabeleceu o padrão para o resto da indústria de relógios.

História da Rolex

Com uma oferta consistente de movimentos de relógios de Aegler, a marca registada, na Suíça, em 1908 e em Inglaterra em 1912, e um produto que estava a ter muita procura, mas que nenhum dos relojoeiros tradicionais queria fazer. O início da Primeira Guerra Mundial ajudou ao aumento de procura por relógios de pulso, mas trouxe algumas restrições (anti-Alemãs) de comércio para a Inglaterra. Por causa dos altos impostos sobre os relógios e jóias que entram em Inglaterra, Wilsdorf e Davis decidiram mudar grande parte da produção de volta para Bienne utilizando a parceria que tinham com Hermann Aegler.

História da Rolex

Em 1919, a Rolex compra uma percentagem da empresa Aegler, que começa a chamar-se Aegler SA Rolex Watch Company. Não muito tempo depois, Wilsdorf compra a parte de Davis da empresa e muda o escritório para Genebra, onde registou o nome da empresa de "Montres Rolex SA", em 17 de janeiro. Wilsdorf fica estabelecido em Genebra, e desta forma a fábrica de Biel, fica inteiramente dedicada aos movimentos de fabrico de relógios de Genebra, onde se concentrariam sobre a criação de modelos de caixas que se enquadrem aos gostos cosmopolitas. Os movimentos eram fabricados em Biel, Bienne, mas os relógios eram montados em Genebra. Em 2 de maio de 1925, a Rolex registou a sua famosa coroa, e passado um ano, faz uma caríssima campanha publicitária para aumentar a visibilidade da marca. O nome Rolex rapidamente se tornou sinónimo de qualidade e distinção.

História da Rolex

Também em 1925, a Rolex abordou o ponto fraco em todas as caixas de relógios, a "coroa" e os seus problemas com a água e com a poeira. Wilsdorf ouviu falar de uma patente registada por Paul Perregaux e Peret Georges, sobre uma nova coroa de rosca. Wilsdorf comprou a patente e registou a primeira caixa do mundo à prova de água, o Oyster, em 29 de julho de 1926, na Suíça, e novamente em Londres em 28 de fevereiro de 1927.

História da Rolex

O termo "Oyster" surgiu quando Wilsdorf tentava abrir uma ostra ao jantar. A abertura dos relógios da Rolex requer ferramentas especiais muito semelhantes à abertura de uma ostra num restaurante. A coroa selada, juntamente com a luneta de rosca e o verso da caixa foram introduzidos por Aaron Dennison, fundador da Waltham Watch Company, Wilsdorf já tinha abordado as três principais deficiências dos relógios, a coroa, a caixa e a precisão do mecanismo.

História da Rolex

Apesar da protecção da patente, Wilsdorf teve de defender a sua patente de alguns imitadores. Em 1934, Wilsdorf move um processo contra a Schmitz Brothers em Grenchen, na Alemanha. Depois de 2 anos e meio de litígio, o tribunal suíço concordou em 8 de julho de 1937 a Schmitz Brothers teria que pagar os devidos danos compensatórios à Rolex. Embora Wilsdorf não tenha inventado o relógio à prova de água, ele foi o primeiro a ter a ideia e a coloca-la em prática.

História da Rolex

Com um relógio à prova de humanos, Wilsdorf mostrou o seu talento de marketing com o lançamento de mais uma massiva campanha publicitária para promover o relógio impermeável Oyster. Ao contrário de outros relógios, o Oyster foi projectado para suportar os elementos do dia-a-dia. Em Outubro de 1927, Wilsdorf lançou uma campanha publicitária mostrando Mercedes Gleitze, uma dactilógrafa de Londres, de 26 anos de idade que se tornou a primeira mulher a nadar no canal Inglês. Mercedes Gleitze foi a primeira a fazer tal façanha enquanto usava um relógio Rolex. Depois do seu primeiro mergulho bem sucedido, Wilsdorf viu uma oportunidade de promover a resistência dos seus relógios e coloca um Rolex numa corrente à volta do pescoço de Gleitze durante a segunda tentativa de natação.

História da Rolex



Wilsdorf percebeu que a publicidade por si só não seria suficiente para mostrar a qualidade dos seus relógios aos consumidores, ela tinha que ser comprovada. Mercedes Gleitze foi um dos primeiros exemplos do uso de atletas, assim como os depoimentos na primeira pessoa para divulgar a durabilidade e a confiança nos relógios. O anúncio no jornal da Inglaterra Daily Mail em 24 de novembro de 1927 gabava-se de ser o "maior triunfo na relojoaria", juntamente com o depoimento de Gleitze declarando que o seu Rolex Oyster "revelou-se um companheiro de cronometragem confiável e muito preciso que foi submetido a completar imersão durante várias horas na água do mar a uma temperatura muitas vezes tão baixa como 10-14 graus Celsius."

História da Rolex

Wilsdorf percebeu que embora a caixa fosse selada, o ser humano não o era. Os usuários que se esquecem de dar corda ao seu relógio, ou que deixam a coroa desaparafusada deixando o movimento desprotegido, podendo assim entrar poeira ou água. O seguinte desafio técnico de Wilsdorf foi usar um método de corda automática. No começo da década, John Harwood apresenta o primeiro enrolamento automático com base num peso de balanço a partir de um ponto central, na parte superior da caixa, e que a mola principal é ligada a uma roda que aperta a mola principal. O projecto foi baseado num projecto de 1770 de Abraham Louis Perrelet. O peso foi restrito por meio do uso de amortecedores, o inconveniente técnico foi que os amortecedores destruíam-se e não foi feita uma utilização eficaz da força centrífuga. No entanto, os estudos mostram a utilidade de se ter um relógio completamente selado, que não necessita de se desenroscar a coroa para assegurar a sua função diária.

História da Rolex

Wilsdorf foi obrigado a usar o seu movimento existente com uma modificação para o enrolamento automático. Em 1931, Wilsdorf usou um movimento Aegler existente e uma massa de enrolamento colocada sobre o eixo central que se poderia transformar ininterrupto em ambas as direcções e, portanto, seria um movimento "perpétuo". Herman Aegler, cunhado de Wilsdorf, e responsável técnico da Rolex, fica à frente do protejo que agora é comum em todos os movimentos de relógios automáticos em todo o mundo. Além de ter uma caixa estanque, a mola enrolada de forma consistente, é agora altura de proporcionar um tambor cheio de energia que aumente a temporização do relógio. A reserva de marcha integral permite tempos consistentes, que estão na base dos registos da Rolex nos anos 30, 40 e 50. Em 1934, a Rolex foi a primeira empresa de relógios a receber certificados de classificação de todos os quatro principais observatórios: Kew, Genebra, Neuchâtel, e Besançon.

História da Rolex

Em 1931 o negócio da Rolex prosperou, mas a libra britânica foi drasticamente desvalorizada em Setembro, como resultado da crise económica mundial e da Grande Depressão. A desvalorização faz subir os preços da Rolex, diminuindo as exportações em 60 por cento. Se a Rolex quisesse sobreviver, teria que vender os seus relógios fora do Império Britânico. Posteriormente, Wilsdorf estabeleceu filiais em Paris, Buenos Aires, e Milão, bem como actividades de negócio a explorar no Extremo Oriente. A expansão foi bem sucedida em termos de produção do modelo Oyster e a Rolex aumentou de 2.500 para cerca de 30.000 relógios vendidos por ano.

História da Rolex

Em 1944, a esposa de Wilsdorf morre, deixando-o como único proprietário da Rolex. Sem herdeiros, Wilsdorf criou a fundação Hans Wilsdorf, em 1945. A fundação serve para fornecer uma rigorosa orientação sobre como a empresa irá ser conduzida após a sua morte, garantindo que a empresa nunca se irá fundir com uma outra empresa, ser vendida, ou de capital aberto. Wilsdorf deu também direcções precisas sobre a distribuição dos lucros. A maior parte do dinheiro foi doado a instituições de caridade em homenagem à sua falecida esposa. Os lucros também eram para financiar uma escola de relojoaria, a Academia de Belas Artes, e a disciplina de Ciências Sociais nas universidades. A fundação Wilsdorf pretende também financiar o laboratório de pesquisa suíça de relógios em Neuchatel, assim como ele ajudou a construir uma biblioteca de linguagem para cegos e um pavilhão de exposições em Lucerna para a protecção animal. Os Prémios Rolex estão hoje assegurados pela Fundação Hans Wilsdorf.

História da Rolex

Em 1945, a Rolex continua a inovar, introduzindo a janela da data para marcar o 40º aniversário da empresa. O calibre 740 DateJust foi o primeiro mecanismo do mundo a usar a data automática nos relógios de pulso. E nasceu o DateJust, Date que quer dizer "data" e o Just, que quer dizer "apenas" foi usado pela expressão "Just in Time", devido ao mecanismo avançar precisamente à meia-noite. A janela da data foi colocada na margem direita às 3:00 horas porque a maioria dos usuários usam o relógio no pulso esquerdo e a janela de data pode ser visível facilmente debaixo da manga da camisa. Em 1948 os 15 anos da protecção da patente original no rotor de enrolamento automático chegou ao fim e somente depois de 1948 é que as outras marcas puderam fabricar relógios automáticos.

História da Rolex

A década de 1950 foi uma década de crescimento do pós-guerra e de grande realização para a Rolex. Em 29 de maio de 1953, Sir Edmund Hillary e Tenzing Norgay usando no pulso o Rolex Explorers subiram aos 29.035 pés acima do nível do mar, enquanto no mesmo ano, o Deep Sea, um modelo especialmente projectado foi usado por Auguste Piccard, que chegou a um profundidade de 10.335 pés, provando que os relógios podem aguentar pressões como os submarinos.

História da Rolex

Também em 1953, a Rolex introduziu o relógio Basel mostrar o Turn-O-Graph, o antecessor do Submariner. Em 1954 a Rolex lançou o Rolex Submariner com resistência à água até 100 metros, bem como o Milgauss e o GMT Master, relógios para pilotos, e finalmente, o Oyster Perpetual Day-Date, o relógio que mostra tanto o dia da semana como a data em simultâneo. Fechando a década de 1959, foi a introdução do Submariner 5512, resistente à água até 200 metros, juntamente com a introdução de protecções da coroa que são predominantes em todos os relógios desportivos da Rolex. Também durante o início de 1950, a Rolex incorporou a janela "Cyclops" com uma lupa de aumento para a abertura data. Também durante a mesma década a Rolex tinha aberto filiais em Bombaim, Bruxelas, Buenos Aires, Dublin, Havana, Joanesburgo, Londres, Milão, Cidade do México, Nova York, Paris, São Paulo e Toronto.

História da Rolex

Também é importante notar que o director e relações públicas da Rolex foi fundamental ao fazer dos relógios verdadeiras ferramentas. Rene-Paul Jeanneret foi um dos executivos mais importantes da Rolex durante a década de 1950 e de 1960. Jeanneret foi a força motriz por trás do conceito dos relógios projectados para desportos individuais. A noção de um relógio para mergulhadores, para exploradores, e para os empresários vieram de Jeanneret. Quando a Pan-Am Rolex abordou a Rolex para o fabrico de um relógio com 24 horas GMT, o padrão de tempo para pilotos e navegadores, foi Jeanneret que perseguiu o conceito de ponteiro de 24 horas num relógio, e um painel rotativo que permitiria ver o tempo num outro fuso horário.

História da Rolex

Tornar o Turn-O-Graph, e dota-lo com um ponteiro de 24 horas e usando a mesma tecnologia do bizel, mas com uma inserção de plástico brilhante, a Rolex introduziu o GMT em Basiléia em 1954. Porque era um derivado do Turn-O-Graph, que não tinha protecção da coroa, foi significativamente mais pequeno do que o Submariner também apresentado no mesmo ano.

História da Rolex

Em 1960 a Rolex continuou as suas evoluções tecnológicas, introduzindo o primeiro modelo Cosmograph cronógrafo com destaque para a escala do taquímetro inserido no bizel de metal. Além disso, a Rolex já tinha superado o recorde mundial de submersão, fabricando um Deep Sea Especial para o exterior, enquanto descia para o fundo da Fossa das Marianas a 35.798 pés, uma profundidade maior do que a altura do Monte Everest.

História da Rolex

Logo após o sucesso do Deep Sea Especial de 1960 é o falecimento do fundador da Rolex, Hans Wilsdorf no dia 06 de julho deixando a marca Rolex ao cuidado da sua Fundação Hans Wilsdorf. A partir de 1963, Andre J. Heiniger conduz a Rolex durante a segunda metade do século até 1992, quando o seu filho Patrick tomou as rédeas da empresa. A década de 1960 viu mais evoluções dos Datejusts existentes, Air Kings, e a linha de relógios desportivos. Em 1967, a Rolex introduziu o Sea-Dweller, o primeiro relógio criado com uma válvula de escape de hélio para mergulhadores. Os vidros de cristal de safira estalavam durante a descompressão, e em coordenação com a Comex, uma empresa francesa de mergulho, a Rolex desenvolveu um modelo Sea-Dweller que era mais pesado do que o Submariner de mergulho, e possuía uma válvula de hélio que iria libertar pequenas moléculas de hélio que entram no relógio durante a compressão, contudo à prova de pressão debaixo da água. Também em 1967, a Rolex introduziu o Submariner 1680, completo com uma janela de data como no Turn-O-Graph e nos modelos DateJust.

História da Rolex

A partir da década de 70 até aos dias de hoje, a Rolex continua com as palavras de Patrick Heiniger, que diz :"A Rolex não é revolucionária mas sim evolutiva." Mesmo com a concorrência de imitadores legítimos e ilegítimos, a Rolex continua a produzir relógios, novas tecnologias, como a espiral Paracrom, amortecedores Paraflex, e o uso de cerâmicas. Apesar dos dados serem muito reservados, estima-se que a Rolex produza cerca de 2.000 relógios por dia e tem sido consistentemente classificada entre as 100 melhores empresas a nível global.

História da Rolex

DATAS MARCANTES DO PERCURSO DA MARCA ROLEX

1905
Fundação da "Wilsdorf & Davis", uma empresa de distribuição de relógios e outros itens de relojoaria com sede em Londres.

1908
Hans Wilsdorf regista a marca Rolex localizada em La Chaux-de Fonds, que mais tarde se muda para Bienne.

1910
A Rolex obtém o primeiro certificado de cronômetro Oficial Suíço

1914
A Rolex obtém um certificado da classe "A", no observatório Kew, como o primeiro relógio de pulso a superar um relógio de bolso.

1919
Hans Wilsdorf muda o escritório da empresa para o nº 18 da Rue du Marche, em Genebra e estabelece a empresa como Montres Rolex SA.

1926
A Rolex obtém a patente da coroa de rosca, da caixa do Oyster com fundo de rosca e da luneta.

1927
A Mercedes Gleitze nada através do Canal Inglês usando um Rolex Oyster. O mergulho durou 15 horas.

1928
A Rolex obtém um Certificado de Primeira Classe do Observatório de Astronomia de Genebra, a primeira concedida a um relógio de pulso.

1931
A Rolex inventa e patenteia o mecanismo giratório automático perpétuo.

1935
Sir Malcolm Campbell quebra o recorde mundial de velocidade em automóveis atingindo as 300 MPH, usando um relógio de pulso Rolex.

1939
A Rolex apresenta o primeiro cronógrafo com totalizadores de 30 minutos e de 12 horas.

1945
A Rolex lança o DateJust, o primeiro relógio de pulso cronômetro resistente à água.

1947
A Rolex apresenta o cronógrafo à prova de água, com totalizador de 12 horas e data tripla.

1947
Chuck Yeager quebra a "barreira do som" num Bell X-1 usando um Rolex Oyster, o mesmo relógio que ele tinha usado ao longo do seu serviço na Segunda Guerra Mundial.

1950
A Rolex lança o Turn-O-Graph, o primeiro Rolex com um bisel rotativo e precursor do Submariner.

1953
A Rolex apresenta o Submariner, o primeiro relógio de pulso automático de mergulho resistente à água até 100 metros.

1953
Em 29 de maio, um Rolex subiu aos 29.035 pés acima do nível do mar no pulso de Sir Edmund Hillary e de Tenzing Norgay.

1954
A Rolex apresenta o Submariner, Ref.6200, resistente à água até 200 metros.

1954
A Rolex lança o GMT-Master, um cronômetro automático com um ponteiro de 24 horas para os pilotos de aviões.

1956
A Rolex apresenta o modelo Day-Date, o primeiro relógio de pulso capaz de soletrar o dia da semana, bem como a data numérica.

1957
A Rolex cria a patente de um novo balanço Microstella de berílio.

1959
A Rolex apresenta o Submariner Ref. 5512, resistente à água a 200 metros.

1960
A Rolex cria um design especial para o Deep Sea, concebido para a proeza de descer aos 10.916 metros no fundo da Fossa das Marianas e ser o primeiro relógio a chegar a tal profundidade.

1960
Hans Wilsdorf morre em 6 de julho, deixando a Rolex ao cuidado da Fundação Wilsdorf Hans.

1963
A Rolex lança a primeira série do Oyster cosmograph Ref. 6239.

1963
Andre J. Heiniger conduz a Rolex até 1992, quando seu filho Patrick, assume o comando da empresa.

1964
A Rolex cria a patente da prova de pressão para os botões de rosca dos cronógrafos.

1967
A Rolex, em conjunto com a Comex, uma empresa francesa de mergulho, lança o Sea Dweller, garantindo a resistência à água até uma profundidade de 610 metros.

1967
Pete Knight quebra Mach 6,72 (4.534 mph) num avião X-15 usando um GMT Master, um recorde que permanece até aos dias de hoje.

1969
A Rolex lança um Submariner com data e resistente à água até 200 metros.

1970
A Rolex começa a usar cristais de safira sintéticos com a introdução do OysterQuartz beta, todo em ouro, ref. 5100. A Rolex começou a usar cristais de safira nas décadas de 70 e 80. Em 1989, todos os relógios da Rolex eram equipados com cristais de safira.

1971
A Rolex lança o primeiro Explorer II, Ref. 1655, com bisel de aço sólido e o famoso ponteiro laranja das 24 horas.

1978
Ano da conquista do Monte Everest sem oxigénio por Reinhold Messner, que usava um Rolex OysterQuartz.

1982
A Rolex redesenha o GMT Master II e usa o sincronismo em três fusos horários diferentes em vez de dois, permitindo usar um ponteiro de 12 horas independente.

1984
A Rolex actualiza o Explorer II para se assemelhar a outros modelos de sucesso, o Submariner e o GMT II.

1985
A Rolex ultrapassa mais de 4 milhões de movimentos com o título de "Cronômetro".

1986
Guiados por apenas um sextante e os seus cronômetros Rolex, Will Steger e Paul Schurke lideram a primeira expedição sem reabastecimento a chegar ao Pólo Norte.

1987
A Rolex começa a usar aço inoxidável 904L no seu Sub Date 168000 que usa um níquel e alto teor de molibdénio para evitar corrosão entre a caixa e o verso. A Rolex usava anteriormente aço 316L. A Rolex usou uma mistura de 316L nas suas pulseiras e caixas até meados da década de 2000, quando o DeepSea foi feito exclusivamente com aço 904L.

1988
A Rolex redesenha e lança o novo Oyster Perpetual Cosmograph Chronometer "Daytona".

1988
A Rolex compra o seu fornecedor de pulseiras, Frères Gay.

1992
Patrick Heiniger toma as rédeas da Rolex até 17 de dezembro de 2008.

1996
A Rolex fabrica mais Cronômetros oficiasi suíços do que todos os outros fabricantes juntos.

2000
A Rolex lança o novo Oyster Perpetual Chronometer Cosmograph "Daytona" com o movimento próprio da Rolex. Anteriormente o modelo usava o lendário movimento "El Primero" da Zenith.

2005
Lançamento do novo GMT-Master II, um novo movimento 3186, com espiral Paracrom e aro de cerâmica.

2007
A Rolex rê-lança o Milgauss, um relógio com novo design que é resistente a campos magnéticos de até 1.000 gauss. A Rolex lança o Yacht-Master II, o primeiro relógio com um recurso de contagem regressiva programável e memória utilizando os botões laterais e o bisel.

2008
A Rolex lança o novo Deep Sea Seadweller resistente à água a 3.900 metros.

2008
Patrick Heiniger demite-se do cargo, dois dias depois de negar num relatório L'Agefi que a empresa perdeu 1.000 milhões de francos suíços investidos com Bernard Madoff, que mais tarde foi condenado pela maior fraude financeira da história dos EUA. Bruno Meier, CFO da Rolex assume o lugar de CEO.

2008
A Rolex emprega mais de 4000 pessoas e está avaliada em mais de 5 biliões de dólares.

2011
A Rolex nomeia um novo CEO, Gian Riccardo Marini, ex-chefe da Rolex Itália SpA.

2012
Em 26 de Março, a Rolex revisita a Fossa das Marianas para um desafio experimental com o Deep Sea amarrado fora do submarino de James Cameron. O relógio sobreviveu a 2 horas e meia na descida, 60 minutos no fundo e a uma subida de 70 minutos de volta à superfície.

PARA MAIS INFORMAÇÕES:

www.rolex.com

 
Basta copiar este código e cole em seu fórum ou blog para fazer uma ligação para este conteúdo

Semelhante ao História da Rolex

História da Antoine Martin

A história da marca de relógios Antoine Martin

 
História da Zenith

A história da marca de relógios Zenith

 
História da Blancpain

A história da manufactura de relógios Blancpain

 
História da Audemars Piguet

A história da marca de relógios Audemars Piguet

 
História da Aerowatch

A história da marca de relógios Aerowatch

 
História da Dubey & Schaldenbrand

A história da marca de relógios Dubey & Schaldenbrand

 
 

Outros conteudos em Rolex

A Espiral Parachrom Rolex

Video sobre a Espiral Parachrom da marca de relógios Rolex

 
Vídeo sobre as origens da Rolex

Video da história da marca de relógios Rolex

 
Rolex Grand Prix

Comercial da Rolex sobre Campeonatos de Vela

 
Lendas do Golfe

Comercial da Rolex sobre as lendas do golfe

 
As escalas Cerachrom Rolex

Video sobre as escalas em Cerachrom da marca de relógios Rolex

 
O que faz a grandeza do Torneio de Wimbledon

Comercial da Rolex sobre o Torneio de Ténis de Wimbledon

 
História da Rolex

A história da marca de relógios Rolex

 
Rolex e Phil Mickelson

Comercial da Rolex com o jogador de golfe Phil Mickelson

 
Rolex Prestige

Comercial da Rolex sobre Campeonatos de Vela

 
Rolex Offshore

Comercial da Rolex sobre Campeonatos de Vela