O Primeiro Cronógrafo do Mundo - Compteur de Tierces

A marca Louis Moinet manteve-nos em suspense por quase um mês, mas agora o segredo é desvendado: Louis Moinet é o verdadeiro inventor do cronógrafo

 
Rating: 56 %1000 with 169 votes
Published by 1426 on Março 21 2013, 20:03.
Você gosta disto? Sim 0 Não tanto 0
  • Summary

COMPTEUR DE TIERCES

Um segredo guardado por quase 200 anos

O CRONÓGRAFO DE LOUIS MOINET

Foi com muito prazer que fui convidado e que assisti (ansioso por tanto segredo), à conferência apresentada hoje (21-03-2013) em Neuchâtel por Jean-Marie Schaller (CEO dos Ateliers Louis Moinet), que desvendou um segredo guardado por quase 200 anos.

O segredo desvendado foi uma recente descoberta de um relógio feito por Louis Moinet que prova que ele é o verdadeiro inventor do cronógrafo.

O relógio de bolso apelidado de "compteur de tierces" foi construido em 1815 e finalizado no ano de 1816, o que indica que, ao contrário do que todos pensava-mos, o inventor do cronógrafo não foi Nicolas Rieussec Mathieu, mas sim Louis Moinet, cinco anos antes com esta fantástica peça.

O "Compteur de Tierces" fazia parte de numa colecção privada de uma família Real Europeia.

Alguns documentos que a marca tem descrevem este relógio excepcional, mas que não se sabia onde ele estava.

Ele foi finalmente encontrado num leilão da Christie's, em maio do ano passado.

Portanto "HOJE" podemos afirmar que o Compteur de Tierces é o Primeiro Cronógrafo do Mundo.

COMPTEUR DE TIERCES - O PRIMEIRO CRONÓGRAFO DO MUNDO

LOUIS MOINET - O INVENTOR DO CRONÓGRAFO

Recentemente, foi descoberto um objecto de relojoaria de enorme importância e até agora desconhecido. Trata-se do primeiro cronógrafo alguma vez realizado, também apelidado de "Compteur de Tierces" pelo seu autor, Louis Moinet. As marcas de contraste identificadas no fundo da caixa permitem afirmar que o seu fabrico foi iniciado em 1815 e terminado em 1816.

Este extraordinário contador tem uma concepção absolutamente original e inovadora, sendo o reflexo genial de um homem muito à frente do seu tempo. Ele mede sexagésimos de segundo apresentados por um ponteiro central, os segundos e os minutos ficam situados em dois mostradores separados, bem como as horas num mostrador de 24 horas.

As funções de início, paragem e reposição para zero são accionados por dois botões e definem que este objecto é, sem dúvida, um cronógrafo, no seu significado actual, ainda que este termo só apareça alguns anos mais tarde para a denominação de tais instrumentos.

O cronógrafo está também equipado com o retorno a zero. Uma função absolutamente inovadora e revolucionária para a época. Até hoje, pensava-se que esta invenção datava de 1862, segundo a patente de Adolphe Nicole.

ALTA FREQUÊNCIA PIONEIRA

Os relojoeiros tentam, desde o século XIX, melhorar a precisão dos seus mecanismos. A procura da precisão absoluta constitui parte integrante da ciência da relojoaria. Em 1820, aceitou-se que o critério mais preciso é o décimo de segundo.

Desde essa altura, o Compteur de Tierces representa o instrumento mais preciso do seu tempo, com uma precisão seis vezes superior à referência anteriormente conhecida. Uma medição do sexagésimos de segundo que leva Louis Moinet a entrar também no Panteão dos pais da cronometria.

O mecanismo do cronógrafo bate a 216.000 vibrações por hora (30 Hz), uma frequência absolutamente desconhecida nessa altura. Para pôr as coisas em perspectiva, a frequência habitual de um relógio moderno é de 28.800 vibrações por hora (4 Hz). Louis Moinet é, pois, o pioneiro da alta frequência. Com efeito, foi necessário aguardar exactamente um século para se ver um outro relógio vibrar a mais de 216.000 vibrações por hora.

FIXAÇÃO NAS ESTRELAS

Louis Moinet fez do cronómetro um instrumento astronómico, originalmente montado para ser usado no mar, que ele tinha adaptado para acompanhar o movimento dos corpos celestes da terra. De acordo com uma carta que escreveu em 1823, "Eu vim para Paris, em 1815, com o único propósito de elaborar e fazer o compteur de tierces. A realização é bastante difícil e raramente tentaram fazer uma nova construção deste instrumento, e eu tenho alcançado o meu objectivo da maneira mais satisfatória" .

Louis Moinet procurava uma frequência tão alta porque cronometrava a passagem de estrelas, planetas e luas planetárias. Ele imaginou o primeiro cronógrafo da história para observar com precisão as deslocações dos astros com luneta. A sua invenção permitiu-lhe medir com exactidão a distância dos fios reticulares da sua luneta.
O compteur de tierces bate a uma frequência de 216.000 vibrações por hora, o que equivale a 60 vibrações por segundo. Os sexagésimos, precisamente batidos durante um segundo. Ele fez inicialmente o compteur de tierces para definir a distância exacta entre a mira no seu telescópio, como ele descreve no seu Traité d'Horlogerie de 1848:

"Esta invenção surgiu-me durante as minhas observações nas seguintes circunstâncias: Tinha adquirido um pequeno quadrante móvel, e este instrumento, de excelente fabrico e de execução inglesa, foi equilibrado em rubis, e por um engenhoso sistema de contrapesos supostamente para ser preservado pela própria inércia do movimento do navio e fornecer observações no mar quase tão exactas quanto as obtidas em terra. Mas o projecto não foi bem sucedido. Tendo adquirido o instrumento para outro fim, alterei-o para observações terrestres, o qual foi um verdadeiro êxito e trabalhou muito bem por um período prolongado."

O compteur de tierces tem uma reserva de marcha (autonomia) para 24 horas e, para poupar energia, o escape está assente em rubis oleados.

O MODESTO RELOJOEIRO

Os grandes homens são, muitas vezes, os mais modestos. É este o caso de Louis Moinet, considerado pelos seus pares como um dos maiores relojoeiros de todos os tempos.

Senhor Delmas, Vice-Presidente da Sociedade de Cronometria de Paris:

"Ele estava em todo o lado, em todos os debates, era como o conhecia-mos como Presidente da Sociedade Cronométrica: preciso, lúcido, indulgente, esclarecendo o fraco ao encorajá-lo, dando conselhos a todos sem vaidade, espalhando as suas luzes sem restrições e sem segundos pensamentos."

Hoje é uma grande honra prestar homenagem a este grande homem, que se pautava pela seguinte máxima: "O essencial é não nos afastarmos do verdadeiro".

Veja aqui o video desta magnifica descoberta - Louis Moinet - O Verdadeiro Inventor do Cronógrafo

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS - CRONÓGRAFO COMPTEUR DE TIERCES

MOVIMENTO
A placa cheia de 4 espaçadores, tambor, fuso e corrente
Escape com cilindro de aço e sapata de rubis
Pêndulo formado por uma barra com um peso em platina em ambas as extremidades podendo ser deslocado para o ajuste do pêndulo
Roda de escape de 30 dentes
Espiral em aço plano, 7 voltas
Seis orifícios de rubi contra o pivô, mais uma sapata no escape, ou seja, treze rubis no total
Execução em latão granitado dourado em fogueira

ALTERNÂNCIAS
216.000 vibrações por hora, frequência de 30 hertz

DIMENSÕES
Diâmetro de 57,7 mm
Espessura de 9 mm

FUNCIONAMENTO
Mais de 30 horas de reserva de funcionamento
Indicador de enrolamento da mola de tambor situada numa abertura do prato

CAIXA
Em prata com um junco na luneta e fundo
Aro de baioneta
Prato articulado, prato bloqueado por um macaco de parafuso
Caixa semi-bacia, carrure plano, em 4 peças
O prato apresenta as 4 marcas de contraste:
1 - Associação dos Ourives de Paris
2 - Mestre
3 - Segunda ponte de balanço (título Ag 900)
4 - Garantia Nº 815

MOSTRADOR
Mostrador em metal granitado prateado com a assinatura de Louis Moinet O mostrador apresenta-se subdividido em três sub-mostradores:
Em cima à esquerda: contador de 60 minutos
Em cima à direita: contador de 60 segundos
Em baixo no centro: contador das 24 horas

PONTEIROS
No centro, um ponteiro fino com o respetivo contrapeso para o 60.º de segundo
Dois ponteiros idênticos para os 60 segundos e 60 minutos
Um ponteiro "Maçã" para as 24 horas
Todos fabricados em aço azulado

BOTÕES
Botão de accionamento e paragem do cronógrafo às 12:00 horas
Botão de reposição para zero do contador entre as 11:00 e 12:00 horas

PLACA SUPERIOR
Assinatura de Louis Moinet

O CRONÓGRAFO DE LOUIS MOINET

CRIADO EM 1816
Louis Moinet é o verdadeiro inventor do cronógrafo

SEXAGÉSIMOS DE SEGUNDO
Indicado pelo ponteiro central, o cronógrafo mede o sexagésimo de segundo

VIBRAÇÕES POR HORA - 216.000
Louis Moinet foi o pai da alta-frequência de medição do tempo

UM INSTRUMENTO ASTRONÔMICO
Louis Moinet criou este primeiro cronógrafo de cronometrar a passagem de estrelas e planetas

E assim termino este artigo com a máxima de um dos maiores relojoeiros de todos os tempos:

Louis Moinet - "O essencial é não nos afastarmos do verdadeiro"

José Sousa

PARA MAIS INFORMAÇÕES
SITE:

www.louismoinet.com

 
Source:
Basta copiar este código e cole em seu fórum ou blog para fazer uma ligação para este conteúdo
 

Semelhante ao O Primeiro Cronógrafo do Mundo - Compteur de Tierces

Captain Winsor Annual Calendar Boutique Edition

Uma edição especial dedicada exclusivamente para as Boutiques Zenith: O Captain Winsor Calendário Anual "Boutique Edition"

 
Portuguese Chronograph Classic

O novo Cronógrafo da família Portuguese da IWC: Portuguese Cronógrafo Clássico

 
H2 Hydro Mechanical Watch

Depois do H1, lançado no ano passado, a HYT lança em 2013 o relógio H2 Hydro Mechanical

 
Zenith patrocina exposição do artista Agostinho Santos na Marcolino Art Gallery

Exposição de Agostinho Santos na Marcolino Art Gallery patrocionada pela marca de relógios Zenith

 
Luminor 1950 Regatta 3 Days Chrono Flyback

O novo Panerai Luminor 1950 Regatta cronógrafo flyback